Cultivo de Psilocybe Cubensis

O perigo dos cogumelos alucinógenos de pasto

O perigo dos cogumelos alucinógenos de pasto

O esterco das vacas, com frequência usado como fertilizante ou substrato natural de desenvolvimento dos cogumelos alucinógenos, contém grande número de novos genes de bactérias resistentes a antibióticos que se desenvolvem no intestino destes ruminantes que recebem doses constantes de antibióticos e põem em risco os seres humanos, criando resistência e se tornando super-bactérias segundo estudo divulgado.

A pesquisa, publicada na mBio, revista online da Sociedade de Microbiologia dos Estados Unidos (ACM), levanta a possibilidade de que estes novos genes sejam transferidos a bactérias que estão no solo e substrato (esterco) onde se desenvolvem cultivos de cogumelos naturais ou usado como compostos suplementativos em cultivos de hortaliças.

Milhares de genes resistentes a antibióticos já foram identificados, mas na grande maioria se encontram como bactérias inofensivas, com a diferença de uma pequena população perigosa ao ser humano. O grande temor é que se manifestem em agentes patogênicos responsáveis por intoxicações alimentares ou infecções hospitalares e proliferação vermes, outros fungos, bactérias e até vírus, o que pode acarretar grandes problemas a um organismo humano.

“Na medida em que existe um vínculo entre os genes resistentes a antibióticos, as bactérias que se propagam no ambiente e as bactérias que crescem no meio controlado, são diferentes, tentamos conhecer quais tipos de agentes patogênicos confluíam através do esterco usado como fertilizante ou substrato para sub-produtos”, explica Fabienne Wichmann, pesquisadora da Universidade de Yale (Connecticut, nordeste), co-autora do trabalho.

Os cientistas identificaram e decodificaram os genes presentes em cinco amostras de esterco de vacas leiteiras, distinguindo 80 resistentes a antibióticos, todos eles únicos, tornando subprodutos destes não seguros.

Alguns estavam presentes em uma cepa de laboratório de Escherichia coli, responsável por intoxicações alimentares e infecções urinárias e que, neste caso, aparecia como resistente a um dos quatro tipos de antibióticos humanos (as betalactaminas como a penicilina, os aminoglicosídeos, a tetraciclina e o cloranfenicol).

Cerca de 75% dos 80 genes resistentes a antibióticos identificados apresentavam um grau de parentesco distante com os genes resistentes já conhecidos, tornando o tratamento  um ato complicado e arriscado a integridade da saúde do contaminado.

O perigo dos cogumelos alucinógenos de pasto

Cogumelo Alucinógeno nascido em esterco bovino

Os autores também revelaram uma nova família completa de genes que aportam uma resistência aos antibióticos com base em cloranfenicol, usados para combater infecções respiratórias do gado.

– Os riscos para o ser humano em consumir Cogumelos Alucinógenos –

“Mas esses genes são diferentes em termos evolutivos aos já catalogados e que contêm, em grande parte, genes resistentes aos antimicrobianos encontrados em meio hospitalar”, afirma Jo Handelsman, professora de biologia molecular no Instituto Howard Hughes e diretora da pesquisa.

“Isto poderia ser uma boa notícia, em função de que os genes que dão certa resistência aos antibióticos que provêm das bactérias presentes no intestino da vaca não representam, por enquanto, um perigo para os humanos”, destacou.

A outra possibilidade seria que “os novos genes resistentes encontrados no esterco da vaca” se propaguem e contaminem algum dia à população humana trazendo problemas fisiológicos severos, tal como foi o COVID-19.

Já existem pesquisas que demonstram a existência de bactérias e vermes diretamente transmitidas por contato entre os animais de criação e os humanos que cuidam deles.

A transferência genética entre micro-organismos sem relação entre si ocorre na maioria dos ambientes com presença de bactérias e outros organismos e contatos íntimos sem devidas proteções, dera ainda condições de ingestão onde o quadro é ainda mais sensível.

Algumas bactérias encontradas no esterco poderiam causar doenças para os humanos e, caso fiquem resistentes a antibióticos, poderiam representar sérios problemas sanitários e até a morte, explicam os cientistas.

Eles lembram, ainda, que 70% dos antibióticos usados nos Estados Unidos são destinados ao gado, o que gera um equiparado medicamentoso severo e extremamente agressivo, tornando ainda mais a resistência dos organismos que resistiram, maior.

Após décadas de inação, no final de 2013 os Estados Unidos elaboraram um plano de ação para suprimir o uso de determinado tipo de antibióticos para o gado, usados sobretudo para aumentar a produção de carne, com o risco paralelo de aumentar resistência microbiana a estes medicamentos e afetar a população humana ou contaminar os alimentos ou cogumelos derivados do substrato contaminado.

Dois milhões de pessoas contraem anualmente nos Estados Unidos uma infecção resistente a antibióticos e 23.000 delas morrem, um percentual enorme equiparado a grandes catástrofes biológicas, segundo autoridades sanitárias.

O que você acha sobre isso? Alguma vez consumiu cogumelos alucinógenos do pasto e teve alguma reação negativa? Deixe seu comentário.

Related Posts

One thought on “O perigo dos cogumelos alucinógenos de pasto

  1. Guilherme Henrique Coelho disse:

    Consumi diversos cogumelos e provavelmebte contraí algum tipo de vírus ou bactéria. Fiquei sonolento e indisposto até usar um vermifugo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *